Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

perdoa os outros, e a ti

a maldade dos outros, não pode interferir com a bondade que tens no teu coração... quem importa verdadeiramente, são as pessoas do coração que escolheste ou te escolheram, para a caminhada... se os tens perto, do lado de dentro, confia porque está mesmo tudo certo.

consciência pesada (é tramado)

é frequente ao longo da nossa Vida, aqui e ali, algumas pessoas agirem menos bem contigo, infelizmente faz parte... e os que têm consciência, e lêem o que publicamos na "nossa casa" vão entender as nossas palavras como indireta... mas será que lhes damos assim tanta importância? não damos.

@mor não é dependência

dependencia-emocional.jpg

créditos

considero a dependência emocional, como um comportamento disfuncional onde uma pessoa se anula para não perder a outra… atrevo-me a dizer que é um vício, idêntico a qualquer outro comportamento aditivo… a pessoa tende a anular-se em prol do outro, tornando-se submissa… perde o seu @mor-próprio, e de certa forma o @mor pelo outro, porque @mor é liberdade.

uma relação @morosa só é bem sucedida, se existir o eu, tu e nós, caso contrário é meio caminho andado para o fracasso.

acredito sempre nas pessoas

unnamed.jpg

créditos

quer seja nos relacionamentos, quer seja a nível profissional, dou sempre o benefício da dúvida, mas infelizmente para um amador na arte de "enganar o outro" surgem escorregadelas inesperadas, que para alguém mais atento (como eu, diga-se), significa "já foste"... por muito que me digam o contrário, as pessoas são o que são e nunca mudam, NUNCA... podem adaptar-se ao outro para seu benefício, para que não tenham confusões, agora mudar? só se acontecer uma catástrofe nas suas Vidas, e mesmo assim, mudar não é para todos.

uma nota: o karma existe mesmo, e às vezes é tão mas tão tramado.