Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

a intimidade do afeto

é um afago no rosto, e o caminhar com a mão na mão... é a demonstração que aprecias e gostas do outro, que és ouvida/o... é demonstrar empatia... é a partilha de gostos pessoais, para passarem a ser gostos de ambos... é sexo, toque e prazer... é conversar sobre temas difíceis, e esclarecer dúvidas que possam existir... é um abraço, num momento menos bom, que diz "estou sempre aqui"... é um olhar, que diz tudo em silêncio.

à beira da estrada

de passo apressado, sem tino ou destino, caminhas no limite das tuas forças... não sabes quando vais chegar a "bom porto", mas caminhas... os pés já com bolhas, insistem em continuar... cansada/o e quase sem força, vislumbras ao longe o que parece serem flores, muitas flores e aceleras... já perto, enches o peito de luz com a sua beleza, sentes o cheiro e sabes que chegaste, sabes que finalmente chegaste à tua casa.

(Re)Conecta-te ao prazer

conectateaoprazer_Jun23-1920x1280.jpg

créditos

...

Não existem limites para as formas como podemos sentir prazer, pois tudo depende do nosso grau de conexão com o nosso sentir.

Quando sentimos a necessidade de nos reconectarmos ao prazer significa que estamos provavelmente desconectados da nossa essência, de quem realmente somos. Isso acontece porque quando nos conhecemos bem, sabemos do que gostamos, o que nos dá prazer, o que nos priva do prazer, o que nos equilibra e o que nos desequilibra.

Reconectar-nos ao prazer é sinónimo de nos reconectarmos à nossa essência, ao nosso Eu interior. Isso implica sentir! E para isso, é necessário parar, respirar e desligar-nos do mundo à nossa volta.

ler mais

Pág. 14/14