Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

da maturidade

desde que me lembro, que sempre ouvi dizer que à medida que vamos tendo mais idade, vamos apreciando outras coisas, cuidando mais de nós, dando valor ao que de verdade tem valor... hoje já não dou importância a coisas que não têm importância nenhuma, nem dependem de mim (às vezes ainda fico triste, julgo ser normal)... cada vez mais, afasto-me de quem me procura somente quando precisa, isso para mim não é nada... dispenso pessoas que vêm problemas em todas as soluções que encontramos para as ajudar, pessoas que se eu não telefonar, nem sabem que nós existimos, curiosamente tenho um caso que passámos a falar nos aniversários, e no Natal enviamos sms, ao inicío custou, mas é a vida… a minha família são todos aqueles que nos querem bem, sejam eles amigos, ou os que “partilham o mesmo sangue” (poucos poucos poucos)…

vivo a minha vida, e só (e é imenso)… evidentemente que se alguém próximo me pedir ajuda para alguma coisa, estou sempre disponível, mas não vivo os seus problemas, e não me anulo.. os meus bastam-me…

aborrece-me muitíssimo conversas sobre a vida alheia, conversas sobre tragédias... a vida tem tanto de colorido que podemos conversar, mas tanto... ou podemos falar das nossas coisas, não é muito mais interessante?

preservo cada vez mais a minha privacidade, porque sei que a felicidade incomoda, se estamos tristes, a tristeza dá felicidade ao outro… estranho mundo este… para quem não merece a minha essência, sou simpática MAS coloco a cara #3...

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.