Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

até para nascer temos que dar a volta

1 Mulher

05
Jan19

eu sou Alentejo

Di

nasci em Lisboa, mas como a família é toda do alentejo encho o peito para dizer que sou alentejana, porque é assim que me sinto.

 

sinto tanta falta do meu Alentejo!

 

tenho saudade do entardecer passado à lareira, a conversar com o avô... tenho saudade do cheiro a terra molhada nos dias de chuva, naqueles dias que chovia copiosamente de manhã à noite... tenho saudade das açordas da avó... tenho saudade das pessoas simples e de coração enorme... tenho saudade dos banhos de tanque nos dias de calor... tenho saudade de ir buscar àgua ao poço com o carrinho velhote, e as duas bilhas de barro...

 

muitas coisas perderam-se com a partida de alguns familiares, mas lá sou tão feliz, que muitas vezes ponderei e pondero mudar-me, dizem-me que é loucura, talvez, mas o mundo é dos loucos... os pais vão-nos mantendo por aqui...

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D