Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

o meu percurso académico

desde menina, que o meu sonho era ter formação para trabalhar com crianças, trabalhar na área da moda (design ou modelo) ou ser arquitecta... no ano que não ingressei na Faculdade de Belas-Artes, fui assistente num consultório de pediatria e uns meses antes de me candidatar à faculdade de novo, frequentei um curso de modelo que me deixou memórias que nunca vou esquecer... como não era possível fazer dois cursos em simultâneo, tive que optar a custo pela faculdade... não entrei no curso que queria por não ter média, mas considero-me uma privilegiada, porque os meus pais tiveram a possibilidade de suportar os custos do ensino privado... a faculdade foi uma experiência absolutamente extraordinária, pelos colegas, pelos professores, mas essencialmente porque me identifiquei muito com o que estudei... no ultimo ano decidi trabalhar de dia e estudar de noite, foi um ano dificil mas foi o ano em que tive as melhores notas, e fui uma das melhores alunas à disciplina principal... não continuei os estudos como queria, porque outros valores se levantaram: a independência... nada arrependida das opções que tomei, porque foram elas que me fizeram a pessoa de hoje... mantenho o bichinho da moda.

Texto no âmbito dos Desafios da Abelha

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.