Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

porque escrevo

writing-1209121_1280.jpg

e escrevo e escrevo, seja aqui no blog, seja no meu "caderninho"?
no trabalho tenho vários, um por assunto de maior relevância e que não se esgota no tempo, e aqui é essencial para não me esquecer de nada, e aumentar a minha produtividade... tenho um na minha mala, onde escrevo o que me apetece, e a sua função não é ser um diário, mas sim um repositório do que vai "nesta cabeça" e é imenso... vocês sabem que a cabeça de uma mulher é um mundo, certo?

a escrita ajuda-me a lidar melhor com as situações menos boas que me acontecem, e organiza as minhas ideias...

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Di 01.03.2021 23:06

    Não existe segredo nenhum, o que existe é a capacidade de ver numa situação menos boa, algo de positivo...e isso só depende de nós.
  • Sem imagem de perfil

    s o s 02.03.2021 00:40

    certo, muito bem, perfeitamente compreensivel.

    Ainda assim... mas se depende , como depende, de nós, porque nao conseguimos simplesmente nao sermos atingidos por situaçoes menos boas ? Parece surreal ...

    Mas é "inteligente" "sofrer" amiude e semelhantes situaçoes menos boas, conseguindo sempre nas mesmas situaçoes ver o lado bom ! Isso é fantastico. . claro que nao pode depreender-se que o lado mau de um fruto pobre é nao ter fruto nenhum.
  • Imagem de perfil

    Di 02.03.2021 18:39

    Um fruto pobre, tem sempre uma semente que pode dar origem a outra "vida".
    Há sempre algo de positivo, nem que seja um alfinete.
  • Sem imagem de perfil

    pois 04.03.2021 19:47

    pois, tá bem
    mas essa do alfinete, serve as mil maravilhas : uma coisa é ver algo de positivo num alfinete, que até pode nos ter picado, outra é ver o que há de positivo num exercito de alfinetes que teimam em nos atacar.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.