Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1 Mulher

até para nascer temos que dar a volta

até para nascer temos que dar a volta

1 Mulher

06
Mai17

um dos melhores momentos da minha vida - as férias de verão no alentejo

Di

Não tive muitos brinquedos, e os poucos que tinha, ficavam em casa quando ia passar as férias grandes a casa dos meus avós. O meu avô vinha-me buscar, e íamos os dois de automotora (adoro este nome) até ao alentejo.

 

Não sei se foi só a falta de brinquedos, ou também o engenho próprio de criança, que nos fez inventar muitas coisas para fazer, era tudo muito simples, mas ainda assim de um valor imenso para mim. Já eram velhotes, pelo que as tarefas de casa também faziam parte das nossas rotinas diárias.

Não havia energia elétrica, pelo que a tv funcionava a bateria... como podem imaginar, os periodos em que estava ligada eram curtos. Também não tínhamos telefone, pelo que o contacto com os meus pais era feito por carta.

 

Brincávamos essencialmente ao ar livre, na horta e a "inventar".

 

Os meus avós eram os meus pais por quase 3 meses, e eu adorava..

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub